regiaonorte.net
Custom Search

Utilize a barra de pesquisa acima para efetuar uma pesquisa na Internet através do google.

Vilarinho de Negrões

Concelho de Montalegre

Em plena albufeira da barragem de Pisões, encontra-se uma aldeia perdida nos recortes das margens do rio Rabagão, que corre em paralelo ao rio Cávado e ali se concentra. Como uma aldeia flutuante, é na margem esquerda da albufeira que Vilarinho de Negrões se afirma como uma das mais rústicas e pitorescas desta região. Em razoável estado de preservação, pode ver-se muito do seu antigo edificado num espaço que convive com a ruralidade segundo rotinas ancestrais que teimam em não desaparecer. Desta barragem, erguida em 1964 no concelho de Montalegre, também se ouve a designação de Alto Rabagão, e quando do paredão, olhamos em volta, esbarramos com interessantes formas de relevo nomeadamente a sul, os «cornos» das Alturas de Barroso. 

 

Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

O que dizem as crianças quando lhes perguntamos como mudar a rua? O mesmo que os ateliers
Investigador da Universidade do Porto olhou para propostas de crianças de Matosinhos para alterar a rua da escola. Conclui que chegam às mesmas soluções que os melhores ateliers de arquitectura.

O “novo líder” é Orbán, Meloni ficou “um pouco abandonada”: a direita radical no PE reorganizou-se
O investigador Duncan McConnell falou ao PÚBLICO sobre o pouco que divide estes partidos, que se apresentam repartidos por três grupos esta terça-feira na sessão inaugural do Parlamento Europeu.

À justiça não basta ser séria, é preciso parecê-lo
Esta percepção negativa nem resulta tanto do contacto e das experiências que os portugueses têm com a justiça, mas antes do conhecimento que os inquiridos vão obtendo dos casos mais mediáticos. Editorial deMarta Moitinho Oliveira

Estudo: a justiça funciona mal e a culpa é dos juízes, procuradores e governos
Estudo do IPPS-Iscte ouviu 1207 pessoas e mais de 74% dizem que justiça funciona mal. Só o SNS tem percentagem negativa próxima (67%). Polícias, forças armadas e câmaras avaliadas positivamente.

Justiça favorece políticos e os magistrados na política deviam ter “período de nojo”
Maioria considera que pobres e minorias são mais mal tratados na justiça e que magistrados cedem a pressões do governo, partidos, presidentes da República, grupos económicos e comunicação social.

Cartas ao director

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal regiaonorte.net

Termos de Serviço

Privacidade